Friday, February 25, 2011

Moçambique: a pérola do Índico

Banhado pelo Oceano Índico, Moçambique situa-se na costa oriental de África. É um país com uma grande diversidade cultural, fortemente marcada pela passagem de Árabes, Indianos e Europeus. Pelas cidades do país, é possivel visitar várias catedrais, fortalezas e mesquitas que mostram a grande mistura de culturas.

Com um clima tropical e úmido, reservas naturais e belas praias de águas transparentes, Moçambique é conhecido pela sua comunidade acolhedora, havendo quem chame à cidade de Maputo, a "cidade dos sorrisos". 

O país está dividido em onze províncias. Desde o sul até ao norte, pode-se conhecer diferentes ambientes e ficar espantados com a magnitude e a beleza deste país!
Na ponta mais a sul, está a província de Maputo, onde se encontra a capital do país. A cidade de Maputo com as suas largas avenidas revestidas de acácias rubras e jacarandás lilazes, e os seus edificios imponentes, é sem dúvida um ponto de referência de Moçambique para o turismo urbano.  

Cidade de Maputo
Por toda a cidade, estão espalhados monumentos que merecem ser visitados. A Casa de Ferro desenhada por Gustavo Eiffel, o Jardim Botânico de Tunduru, a Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição, o mercado central, a Sé Catedral, a Mesquita da Baixa e a Estação Central dos Caminhos de Ferro são alguns bons exemplos. 
Moçambique é um país com uma cultura marcante e um espírito artístico e criativo muito próprio! Assim na capital também há uma oferta variada de museus, teatros e lugares de lazer, como bares e discotecas, onde é possivel passar noites agradáveis.

Ilha de Inhaca
Ainda nesta província, existem várias praias que convidam ao descanso e à prática de desporto. Na ilha de Inhaca, riquíssima em recursos naturais, pode-se praticar mergulho e desfrutar das magníficas barreiras de coral.
Um outro lugar de rara beleza, somente acessível abrindo picadas e em veículo todo terreno, é a Ponta de Ouro, onde se vê praias de areias douradas quase desertas.

Praia de Bilene
Um pouco mais a norte, na província de Gaza, está a praia de Bilene junto à extensa lagoa de Uembje. Uma zona em que, para além dos vários desportos náuticos que se podem praticar, existem diversos caminhos que convidam para longas caminhadas. Em Gaza está situado o Parque Nacional de Limpopo cortado pelo rio com o mesmo nome, e onde se podem observar várias espécies no seu habitat natural.


Dugongo

Na província de Inhambane, o Arquipélago de Bazaruto é um local escolhido tanto por amantes de praia como da natureza bruta. No Parque Nacional de Bazaruto, pode-se avistar aves exóticas, recifes de corais e espécies marinhas protegidas como dugongos, golfinhos e tartarugas marinhas. 




Timbila
Anualmente, na praia de Zvala, há um festival de marimbeiros, exímios tocadores de timbila e poetas de ocasião. Um festival muito apreciado pelos Moçambicanos e pelos países vizinhos!




Parque Nacional da Gorongosa
Sofala, no centro do país, tem como capital a cidade da Beira.
Uma cidade, com vários monumentos com marcada influência portuguesa: a Catedral, a Casa Infante Sagres, a Casa de Portugal e a Casa dos Bicos, com um estilo moderno onde se realizam várias feiras e exposições.
No Parque Nacional da Gorongosa, com uma fauna variadíssima de animais de grande porte e aves, é possivel subir à serra da Gorongosa (1820m), uma oportunidade para admirar paisagens magníficas. Um outro ponto atractivo desta província é a Reserva de Búfalos de Marromeu.
Monte Binga
Manica encontra-se nas zonas mais elevadas do país. É aqui que nascem muitos dos rios que vão desaguar no Oceano Índico.
Esta provincia oferece locais sensacionais para caminhadas e escaladas nas muitas elevações, entre as quais o Monte Binga (2436 m), em Chimanimani, o ponto mais elevado de Moçambique, onde se situam as "montanhas dos espiritos", um local sagrado para os habitantes locais.
Em 
Chinhamapere, também considerado um local sagrado podem ser admiradas pinturas rupestres.


"Cabeça do Velho"
  A 5 km de Chimoio a capital da região, é possivel ver "Cabeça do Velho", uma íncrivel e natural formação rochosa que asemelha-se aoperfil de um ancião.





Tete, província priviligiada onde a natureza e o engenho humano estão lado a lado. Entre as construções do homem temos a gigantesca barragem de Cahora Bassa, a 2ª maior de África e a 5ª do mundo, e a ponte suspensa sobre o rio Zambeze, que liga a cidade de Tete ao centro carbonífero de Moatize.
Duas construções majestosas!
A contrastar, temos os rápidos e quedas de água do rio Zambeze, belezas naturais sensacionais.

Barragem de Cahora Bassa
Ponte suspensa sobre o rio Zambeze
Na província da Zambésia nota-se a mudança da vegetação à medida que a altitude aumenta. Nas zonas mais elevadas do Gurué, predomina a vegetação rasteira e verdejante de plantações do chá. Na orla costeira, junto ao rio dos Bons Sinais, assim designado por Vasco da Gama que encontrou aí a certeza de estar na rota  certa para a Índia, ergue-se a bonita cidade de Quelimane, onde é possivel visitar a Catedral Velha, a igreja de Nossa Senhora do Livramento e a Mesquita de Quelimane.

Um local magnífico da província, são as "Fontes Quentes" junto das vilas de Morrumbala, Lugela e Gilé, cujas águas brotam do solo a temperaturas elevadas.
Fortaleza de S. Sebastião

Em Nampula, a norte do país, está a ilha de Moçambique, considerada património cultural da humanidade. Com edifícios de pedra de coral, o Museu de Arte-Sacra, a Capela de estilo Manuelino, a Fortaleza de S. Sebastião, o Palácio de São Paulo, o monumento a Luís de Camões que aqui viveu dois anos e escreveu parte dos Lusíadas, o templo Hindu são vestígios da passagem de vários povos e culturas ao longo dos séculos. Um grande motivo para visitar esta fantástica ilha.



Lago de Niassa

Niassa, é a maior província de Moçambique, onde ainda se podem encontrar áreas cobertas de selva natural. O lago Niassa, é o terceiro maior de África. As praias de areia branca e águas transparentes proporcionam a paz necessária para esuqecer a turbulência da vida quotidiana.
Ao anoitecer pode-se admirar sobre o Lago um pôr de sol africano de excepcional beleza. A reserva do Niassa, possui uma variedade de animais de grande porte, nomeadamente elefantes, leões, leopardos, búfalos, cudos, antílopes.

Arquipélago das Quirimbas

Cabo Delgado, com o centro urbano em Pemba, uma cidade histórica situada na baía com o mesmo nome é considerada a terceira maior baía do mundo. A norte desta província encontra-se o arquipélago das Quirimbas famoso pelas suas belíssimas praias de areias brancas e o Parque Nacional das Quirimbas, com tartarugas marinhas, golfinhos, dugongos, elefantes, leopardos entre outros.


Moçambique é um país com um vasto e variado património, com uma marcada influência de vários povos que formaram sua gente e sua cultura. Muito ficou por descrever, mas esta pequena amostra deste grande e magnífico país, desperta a curiosidade de conhecer mais! 



No comments: