Wednesday, February 20, 2013

Primeira cidade autossustentável em Portugal prevista para 2015

Acreditaria se lhe dissessem que ia nascer uma cidade tecnológica que serviria de laboratório vivo à escala urbana, centro de inovação e incubadora de start-ups em Portugal?


Pode acreditar, é verdade! Já é conhecida por Planit Valley, um projeto pioneiro a replicar noutros países como China, Índia ou Brasil.

Uma cidade que ocupa cerca de 1700 hectares, acolhe 12 mil empresas, disponibiliza 20 mil empregos e representa um investimento de 10 mil milhões de euros vai nascer em Portugal, em Paredes, um Projeto considerado de Interesse Nacional.

A iniciativa é da Living PlantIT, uma empresa tecnológica focada no desenvolvimento de ambientes sustentáveis, inteligentes e inovadores na escala urbana e já reúne empresas parceiras como a Cisco, a Siemens e a IBM, entre outras.

Na cidade portuguesa haverá informação em rede e toda a comunidade estará ligada em tempo real: um computador central regulará toda a informação (desde o consumo de água aos gastos em energia) sendo possível otimizar as operações diárias da cidade e proporcionar maior segurança, reagindo a eventos extraordinários em tempo real.


 

Haverá edifícios inteligentes, soluções avançadas de transportes e comunicações e ainda hotéis, centros de conferência, uma pista de testes, um centro de entretenimento e habitação.
E para os moradores, trabalhadores ou visitantes, vão ser desenvolvidas aplicativos possíveis de serem descarregados em qualquer dispositivo.

Portugal foi escolhido por sua localização estrategicamente colocado entre as Américas, a Europa, a África, o Médio Oriente e a Ásia.

Até lá, deixamos algumas dicas para hábitos mais sustentáveis:

Sacos de Plástico - O plástico mata milhares de animais e poluí o meio ambiente. O papel, apesar de biodegradável, possui desvantagens ambientais e econômicas na sua produção. Por isso escolha sempre sacos de pano ou reutilizáveis para suas compras.

Papel - Para o consumo de papel prefira o reciclado que consome de 70% a 90% menos energia que o papel comum além de poupar as florestas.

Garrafas Plásticas - Reutilize garrafas plásticas ou escolha copos de vidro. Além de serem mais baratos evita o excesso de lixo. Para os outros produtos que contenham plástico escolha os de embalagens maiores e de preferência com recargas; embalagens pequenas é sinônimo de desperdício de água, combustível e recursos naturais.

Água – É fácil economizar água nas atividades diárias: fechar a torneira enquanto escovamos os dentes, reduzir alguns minutos o banho e evitar que as crianças brinquem com água.

Sobretudo devemos fazer um consumo consciente!
O que significa que na utilização de recursos devemos ser moderados e ao fazer compras devemos optar por produtos mais duráveis, verificar se são ecológicos e quais os impactos da sua inutilização.

Só assim protegeremos o nosso Planeta!


Informação relacionada:

Living PlantIT - http://living-planit.com

Matéria escrita por Ana Morais

No comments: