Friday, July 12, 2013

Monumentos Tombados pela UNESCO no Brasil - Parte I


A Rede ePORTUGUÊSe inicia hoje uma série sobre os monumentos e parques históricos tombados pela UNESCO nos países de Língua Oficial Portuguesa.
Nem todos os países têm ainda monumentos tombados, estes são os que encontramos, esperando no futuro que todos os países sejam contemplados.



Fonte da Imagem
 
Fonte da Imagem
  
A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) reconhece o valor cultural de um bem que pode ser de Natureza Material, Cultural, Arquitetónico, Ambiental, Etnográfico, Paisagístico, Arqueológico e também de valor afetivo para a população, protegendo e atribuindo o estatuto de interesse público.

      


Fonte da Imagem

Vamos começar com o Brasil

São tantos os lugares históricos e tombados pela UNESCO que não poderiamos num único post resssaltá-los a todos, assim separamos por cada uma das cinco regiões e os publicaremos semanalmente.

Começamos pela região Centro-Oeste, onde se localiza a capital do Brasil - BRASÍLIA
   
Fonte da Imagem
  1) Brasília

A cidade de Brasília é a capital federal e sede do governo do Distrito Federal. Foi construída e planejada nos anos 50, pelo arquiteto Oscar Niemeyer.
Foi inaugurada do dia 21 de abril de 1960 pelo então Presidente Juscelino Kubitschek.



Fonte da Imagem
  

                                 



Fonte da Imagem
 
                                     

No dia 07 de dezembro de 1987, Brasília foi tombada pela UNESCO como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, uma honra por ser o único monumento arquitetônico com menos de cem anos a receber este título.


Brasília é considerada a Capital de todos os brasileiros, sua população é formada por pessoas vindas de todos os cantos do país, o que faz de Brasília uma cidade rica e diversificada na sua gastronomia e na cultura.
 
2) Centro Histórico de Goiás


Centro Histórico de Goiás
Fonte da Imagem
  
O Centro Histórico de Goiás foi a antiga capital do Estado de Goiás até o ano de 1933, quando a capital do Estado passou a ser Goiania. 

A cidade foi fundada em 1739 por Bandeirantes (desbravadores dos sertões brasileiros em busca de riquezas e pedras  preciosas) vindos de São Paulo.

O centro histórico possui cerca de 486 imóveis tombadas e aproxiamdamente 1200 bens, tais como  móveis e obras de arte, tendo um estilo arquitetónico europeu adaptado às condições climáticas, geográficas e culturais da América do Sul.


Fonte da Imagem



Goiás representa a evolução de uma forma de estrutura urbana característica do seu passado, fazendo pleno uso de materiais e técnicas locais e conservando a sua configuração excepcional



Fonte da Imagem
 

 



A sociedade goianiense tem imenso orgulho no seu Centro Histórico.





Os prédios públicos e residências particulares tombadas contam sempre com um apoio incondicional do Governo e da iniciativa privada.


3) Pantanal Mato-Grossense

O Complexo de Conservação do Pantanal ocupa uma área total de 200 mil Km2, no Estado de Mato Grosso, sendo um Parque Nacional com a maior biodiversidade do planeta.

Fonte da Imagem

O Pantanal Mato-Grossense é o maior ecossistemas de água doce do mundo. O Parque Nacional é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

O Pantanal foi considerado uma Reserva da Biosfera Mundial pela UNESCO.

A principal fonte de água para o Pantanal Mato-Grossense é o rio Cuiabá, sua fauna é extremamente diversificada, incluindo 80 espécies de mamíferos, 650 espécies de aves, 50 espécies de répteis e 400 espécies de peixes.

  
Os Animais do Pantanal Mato-Grossense



Animais do Pantanal
 

Ariranha

A ariranha prefere rios ou lagos de águas transparentes com profundidades variam de l a 4m e que tenham grande quantidade de peixes.

No Uruguai chamam a ariranha de lôbo-de-gravata, por causa da mancha esbranquiçada que ela tem no pescoço. No Brasil é também conhecida como lobo-do-rio ou onça-d'água.


 
Arara Azul

A Arara Azul ainda é avistada em três áreas brasileiras e em pequenas partes do território boliviano.
A Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção proíbe sua venda, mas a arara-azul-grande é popular no comércio ilegal de aves.



Tuiuiú

O Tuiuíú é também conhecido como jaburru, jaburu, tuim-de-papo-vermelho (no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul) e cauauá (no Amazonas).
O tuiuiú é considerado a ave-símbolo do Pantanal onde é a maior ave voadora.
Os ninhos do tuiuiú são as maiores estruturas construídas por aves no Pantanal.
 
É uma ave que realiza movimentos migratórios. Vive nas margens de grandes rios e lagos com árvores esparsas e em outras áreas úmidas, onde se alimenta de peixes. 



Jacaré Caiman

Há alguns anos, o jacaré encontrava-se em ameaça de extinção em decorrência da caça ilegal. Hoje, porém, afirma-se que há mais de três milhões de jacarés adultos na região, vivendo em rios lagoas e corixos.
d                                                                                                                                                    



Iguana
 
Os animais mais encontrados na região são as iguanas. É uma espécie herbívora que faz seus ninhos junto às margens dos rios.
As iguanas são caçadas devido à sua pele, aos seus ovos e à sua carne. As iguanas verdes estão ameaçadas de extinção em certos países da América do Sul.


4) Reservas do Cerrado – Constituído pelo Parque Nacional das Emas e Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros


O Parque Nacional das Emas e o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros são uma Reserva Natural de Conservação/Preservação da biodiversidade existente na região sudoeste do Estado de Goiás.
Estes dois parques contêm uma flora e fauna diversificada, sendo um dos mais antigos e multifacetados ecossistemas tropicais do mundo.

Ao longo do tempo estes lugares têm sido um refúgio para várias espécies durante os períodos de mudanças climáticas, sendo vital para a manutenção da biodiversidade da região do Cerrado durante flutuações climáticas futuras.

Estes dois Parques Nacionais fazem parte da maior planície no Brasil central, sendo o seu ponto mais elevado a Serra da Santana.


Esta região é de uma beleza excepcional, possuindo amplos planaltos, nascentes de água cristalina, profundos desfiladeiros. O principal curso de água é o rio Preto que apresenta uma beleza e uma diversidade biológica impressionante.


Animais dos Parques Nacionais das Emas e da Chapada dos Veadeiros      

 

Fonte da Imagem
O tamanduá-bandeira é o único mamífero no mundo que não possui dentes, sendo o seu habitat natural o cerrado.
Estima-se que se alimente de 35 mil insectos por dia e também se alimentam de frutas.
                                   
                 


Onça-Pintada
A Onça-Pintada está na lista dos animais ameaçados de extinção, transformando-se num símbolo de ações de preservação.
Considerado o maior felino do continente americano, a espécie concentra-se principalmente no Brasil.

Se não forem tomadas medidas imediatas, em 80 anos, a espécie deve estar extinta em algumas regiões da Mata Atlântica.


Bibliografia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Arara-azul-grande
http://www.wikiaves.com.br/tuiuiu
http://ozeascuriosidades.wordpress.com/
http://noticias.terra.com.br/ciencia/brasil-luta-para-evitar-extincao-da-onca-pintada,3a5e901143f8e310VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html



No comments: