Friday, August 23, 2013

Monumentos Tombados pela UNESCO no Brasil - Parte IV - Região Nordeste

Fonte da Imagem

Monumentos tombados no região Nordeste do Brasil

A região nordeste do Brasil é a maior de todas com 9 estados: Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, e Bahia.

1) Centro Histórico de Olinda 


Fonte da Imagem

A cidade de Olinda no Estado de Pernambuco  foi fundada 1535 pelos portugueses, sendo que o povoado foi elevado a vila no dia 12 de março de 1537. 


Atualmente é a terceira maior cidade deste Estado, tendo aproximadamente 400 mil habitantes.

A sua História está ligada à indústria da cana-de-açucar.

Em 1630, Olinda foi tomada pelos holandeses, incendiando a cidade e destruindo todos os edíficios que os portugueses tinham erguido.  

Em 1654 os portugueses retomaram a cidade, expulsando os holandeses, sendo reconstruída em 1654 pelos portugueses. 
Assim, Olinda voltou a ser capital de Pernambuco, embora os governadores residissem na cidade de Recife.

No dia 10 de novembro de 1710, no Senado da Câmara Municipal de Olinda, o sargento-mor Bernardo Vieira de Melo deu o primeiro grito em prol da independência nacional.

O Centro Histórico de Olinda reúne um equilíbrio harmonioso entre os edfícios e os seus jardins. 

Vista Áerea

É uma cidade situada à beira-mar, sendo estruturada por linhas direitas e em pontos de alto relevo pela imponência das Igrejas, destacando-se a Igreja da Sé, a Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia, a Igreja de São Francisco, o Mosteiro de São Bento e o Museu de Arte Sacra.



Carnaval em Olinda


O Centro Histórico foi tombado pela UNESCO no ano de 1982, devendo-se ao facto da cidade ser um importante acervo arquitetónico e cultural para a Humanidade.




2) Centro Histórico de São Luís


Igreja Nossa Senhora dos Remédios
A cidade de São Luís localiza-se no Estado do Maranhão, sendo que teve inicio como um pequeno povodado Luso-Espanhol no ano de 1531, passando pelo domínio francês em 1612 e três anos mais tarde retornou ao domínio português.

O Centro Histórico de São Luís reúne cerca de 4 mil edificações tombadas pela UNESCO.
Ao longo do tempo foi mantendo-se intacto o traço urbano dos edíficios, tal como eram no Século XVIII e XIX.

Uma característica da cidade são os azulejos que compõem os vários edíficios.
O plano de urbanização foi desenhado pelo Engenheiro-Militar e Arquiteto português Francisco Frias de Mesquita, sendo um plano que se caracteriza pela regularidade geométrica, sendo talvez o primeiro plano urbanístico realizado no Brasil.


Fonte da Imagem
Palácio dos Leões
O Comité da UNESCO tombou o Centro Histórico em 1997 principalmente porque manteve o seu tecido urbano, harmoniosamente integrado no seu ambiente natural.  





Igreja da Sé
As casas particulares são construídos pátios redondas, e os exemplos mais notáveis ​​têm telhados, fachadas confrontados com azulejos portugueses ou pintado, cornijas ornamentadas; altos, vãos de janelas estreitas com decorado rodeia, e varandas com grades forjadas ou de ferro fundido. 



Fonte da Imagem



Os pisos estão vestidos de pedra. Características relacionadas com o clima tropical em que foram construídos incluem piers levantadas e varandas fechadas no interior.

A estagnação económica da primeira metade do Século XX, resultou na preservação notável da malha urbana histórica da cidade.

Apenas dois edíficios em estilo moderno se encontram irrepreensivelmente a perturbar a panoramica da cidade. 






3) Centro Histórico Salvador da Bahia


Monumentos de Salvador da Bahia
Salvador da Bahia pertence ao Estado da Bahia, tendo sido a primeira capital do Brasil. Assim a cidade foi fundada em 1549, sendo por 200 anos sede do Governo Geral do Brasil. 

A cidade teve um grande desenvolvimento devido à exportação de açucar, ouro e diamantes. A parte baixa da cidade forma uma estreita faixa entre o litoral e uma escarpa, delimitando a parte alta da cidade, assim o elevador Lacerda é o ponto de ligação entre as duas partes da cidade.



Fonte da Imagem
A cidade foi tombada pela UNESCO no ano de 1985 pela sua beleza arquitetónica.

Os monumentos mais notáveis são o bairro do Pelourinho, designado carinhosamente de "Pelô" pelos moradores, a Praça José de Alencar, Catedral Primacial de São Salvador, Convento de São Francisco, Igreja da Ordem Terceira do Carmo de Salvador, Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, o  Solar Ferrão, o Memorial dos Governadores e o Forte de Santo António da Barra.    
Fonte da Imagem




A cidade São Salvador sempre foi um ponto de passagem de embarcações oriundas de África, Índia e China, sendo um ponto importante nas relações comerciais do Séc. XVII, XVIII e XIX.






4) Parque Nacional da Serra da Capivara

O Parque tem uma área de 129 mil hectares, está localizado no sudeste do estado do Piauí do Piauí.


Parque da Capivara
O Parque abriga fauna e flora específicas da Caatinga, podendo ser encontradas várias espécies como Onça Pintada (Panthera onça) e a Onça Parda (Puma concolor), Tatu-Bola (Tolypeutes sp), Tamanduá Bandeira(Myrmecophaga tridactyla), mocó (Kerodon rupestris),jacú (Penelope ochrogaster), paca (Cuniculus sp), zabelê(Crypturellus noctivagus zabele), codorniz (Coturnix coturnix) e uma grande diversidade de macacos, morcegos e veados.


Eis algumas imagens dos vários animais do Parque Nacional da Serra da Capivara


Onça Pintada
Onça Parda



Tatu-Bola
Tamanduá Bandeira
Mocó
Jacú


Paca
Zabelê
Codorniz
Macaco da Serra da Capivara
Veado


Morcego


Em 1991 a UNESCO tombou este Parque pelo seu valor Cultural, inscrevendo-o na Lista do Património Cultural da Humanidade.

O Parque Nacional da Serra da Capivara é subordinado à Diretoria de Ecossistemas do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), tendo sido concluída a sua demarcação em 1990.

Em torno do Parque foi criada uma área de preservação permanente de 10 Kmque constitui um cinto de proteção suplementar e na qual seria necessário desenvolver uma ação de extensão.

Em 1994 a FUMDHAM (Fundação Museu do Homem Americano) assinou um convênio de co-gestão com o IBMA e em 2002 um contrato de parceria com a mesma instituição com intuito de preservar e de dar a conhecer este património mundial.

5) Praça de São Francisco na cidade de São Cristóvão no Estado de Sergipe

Situa-se na cidade de São Cristóvão, fundada em 1590, no Estado de Sergipe, sendo uma das praças com maior expressividade de edifícios construídos pela Ordem Franciscana no Brasil.



Praça de São Francisco
A Praça de São Francisco foi construída entre os Séculos XVI e XVII, sendo designado Património Cultural da Humanidade no dia 1 de Agosto de 2010 pela UNESCO.

A Praça é constituída por edíficios clericais, como a Igreja de São Francisco e o seu Convento.
Há outros edíficios históricos como a Santa Casa da Misericórdia, o Palácio Provincial e sem esquecer o seu belo Cruzeiro que fica no centro da Praça. 



Desenho da Praça de São Francisco
Perante este cenário observa-se uma paisagem urbana que reflecte a história da cidade, sendo também um exemplo de arquitetura típica religiosa desenvolvida no Nordeste brasileiro.

A cidade de São Crisóvão é uma das mais antigas do país, sendo a primeira capital do Estado de Sergipe.

6) Ilhas Atlânticas Fernando de Noronha e Atol das Rocas

Ilhotas Fernando de Noronha


O arquipélago de Fernado de Noronha no Estado de Pernambuco é formado pelo topo de uma cordilheira vulcânica, ocupando uma área de 26 Km², sendo cosntituído por 21 ilhas e ilhotas.





Este arquipélago foi descoberto pelo navegador espanhol Américo Vespúcio em 1629.
Ilha Fernando de Noronha


O Parque Nacional das Ilhas Atlânticas é hoje administrado pelo ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade). 







Atol das Rocas
O Atol das Rocas é o úncio atol do Atlântico Sul, localizando-se a 144 milhas náuticas de Natal, capital do Rio Grande do Norte e a 80 milhas de Fernando de Noronha.
Tem uma extensão de 5,5 Km², sendo formado por duas ilhas de sedimentos de origem calcária, esqueletos de peixes, corais, fragmentos de conchas.




Atol 
O seu clima é equatorial com uma densa vegetação, abrigando variadas colónias reprodutivas de aves marinhas.

Uma grande atração é o espetáculo proporcionado pelos golfinhos que residem nesta área, existindo também belas praias constituídas por recifes de coral.

Hoje em dia o IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) desenvolve projetos de pequisa nas ilhas do Atol.



Bibliografia

http://www.fumdham.org.br/parque.asp
http://www.icmbio.gov.br/portal/o-que-fazemos/visitacao/ucs-abertas-a-visitacao/199-parque-nacional-da-serra-da-capivara.html
http://whc.unesco.org/en/list/1000
http://www.tamar.org.br/base.php?cod=22

No comments: