Friday, August 30, 2013

Monumentos Tombados pela UNESCO no Brasil - Parte V - Região SUL


Região Sul
Neste post vamos falar sobre os monumentos tombados na Região Sul do Brasil que é composta dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná

Nesta Região existem dois sítios tombados pela UNESCO como patrimônio da Humanidade.

1) Ruínas de São Miguel das Missões


Ruína de São Miguel
das Missões

As Ruínas de São Miguel das Missões encontram-se no coração da floresta tropical. Estas ruinas fazem parte de um grupo de cinco missões construidas pelos Jesuítas entre os séculos XVII e XVIII.
Cada ruína é caracterizada por uma disposição especifíca e cada uma encontra-se em um estado diferente de conservação.
Localização da Missão
 de São Miguel
Ao se instalarem no Brasil, os portugueses iniciaram uma enorme campanha para catequisar os índios nativos do Brasil. Os Jesuítas foram os que mais participaram deste movimento, tendo se embrenhado por quase todo o território brasileiro fundando escolas e conventos.

 No sul do país, as aldeias fundadas pelos Jeusítas foram as que mais floresceram e eram também conhecidas como reduções.


São Miguel
Estas aldeias seguiam mais ou menos o mesmo modelo. Erguia-se uma igreja com alguma scasas ao redor cercadas por um pomar e uma horta. Construíam-se escolas e oficinas para aprendizes.

Do outro lado da aldeia ficavam os acampamentos dos índios, uma hospedaria, um hospital, asilo, pequenas fábricas, um relógio de sol e até mesmo uma prisão. Diz-se que em algumas aldeias fabricavam-se instrumentos musicais tal qual na Europa e imprimiam-se livros em plena selva.

Algumas aldeias possuíam observatório astronômico em que os Jesuítas editavam uma carta astronômica e um boletim meteorológico.


Foi nessas Missões do sul que se começou a fabricar o ferro, a produzir os primeiros tecidos, e a se criar gado no continente americano. 

Foi esse gado, espalhado pelos pampas do extremo sul da América do Sul, que acabou definindo a vocação econômica do Rio Grande do Sul, da Argentina e Uruguai. 

Assim, a pecuária está de alguma forma, ligada a todos os seus acontecimentos históricos dessa região.  

Fonte da Imagem

“As ruínas da Igreja de São Miguel são tão importantes quanto às do Coliseu e da Acrópole e o testemunho mais imponente e bem conservado da arquitectura Jesuítica missioneira” – Roberto Di Stefano, Consultor da UNESCO


Assim as ruínas de São Miguel das Missões e a edificação do Museu das Missões foram inscritos no Livro de Tombo de Belas Artes em 1938 e consideradas Patromônio Mundial pela UNESCO no dia 2 de dezembro de 1983.


2) Parque Nacional do Iguaçu   


Fonte da Imagem
O Parque Nacional do Iguaçu no Brasil é uma das maiores e mais impressioantes quedas de água no mundo, localizando-se no Estado do Paraná com uma área total aproximadamente de 186 mil hectares.

As Cataratas do Iguaçu fazem fronteira com a Argentina, o Brasil e o Paraguai. 

Possuem cerca de 80m de altura e 3 km de largura.
As quedas são compostas por muitas cascatas e corredeiras que geram grandes jatos de água e produzem uma das cachoeiras mais espetaculares do mundo.

Atualmente o Parque Nacional do Iguaçu é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).


Fonte da Imagem
No Parque Nacional do Iguaçu foram registradas 257 espécies de borboletas, porém estimam-se que existam cerca de 800. 
Fonte da Imagem

Foram catalogados cerca de 45 espécies de mamíferos, 12 anfíbios, 41 serpentes, 8 lagartos, 18 peixes e 200 espécies de aves.

Em 17 de novembro de 1986, foi inscrto pela UNESCO, como Patrimônio Natural da Humanidade. 

É o lar de muitas espécies raras e ameaçadas de extinção tanto na flora como na fauna, entre elas a ariranha e o tamanduá-bandeira. 



As nuvens de pulverização produzida pela cachoeira manter um crescimento exuberante da vegetação.



Fonte da Imagem


Bibliografia

http://www.iphan.gov.br/baixaFcdAnexo.do;jsessionid=44632B1B387971EF6C9748CC9414F4A5?id=276

http://whc.unesco.org/en/list/355
http://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Nacional_do_Igua%C3%A7u
http://prof-tathy.blogspot.ch/2009/10/missoes-jesuitas.html  






No comments: