Wednesday, November 20, 2013

20 de novembro: Dia Internacional da Criança

Celebrado hoje, o Dia Mundial da Criança foi reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) por ser o dia em que foi aprovada a Declaração dos Direitos da Criança em 1959 e a Convenção dos Direitos da Criança em 1989.

Todas as crianças têm direitos garantidos pelas Nações Unidas

UM POUCO DE HISTÓRIA

Com o fim da 2ª Guerra Mundial em 1945, muitos países da Europa encontravam-se devastados. Grande parte das suas populações viviam em péssimas condições de vida. Esse foi um período especialmente difícil para as crianças, que sofreram muito durante e após a Guerra. 

Muitos jovens ficaram órfãos, passavam fome e viviam em condições desumanas, e aqueles que ainda tinham seus pais vivos tinham que trabalhar duramente para contribuir com o sustento da família.

Diante dessa situação, em 1946 a ONU criou Fundo das Nações Unidas para a Infância -UNICEF-, conhecido mundialmente por seu trabalho em prol das crianças de todo o mundo

Em dezembro de 1954, a Assembleia Geral das Nações Unidas adotou uma resolução que recomendava a todos os estados-membros instituírem um Dia Mundial da Criança
A resolução enfatizava o bem-estar das crianças.


O Dia das Crianças é comemorado em diferentes datas
Apesar da data oficial estabelecida pela ONU, a comemoração do Dia das Crianças varia de país para país.

A maioria dos países do mundo comemora no dia 1˚ de junho, data adotada por todos os países de língua portuguesa com exceção do Brasil, que comemora em 12 de outubro.

O papel do UNICEF é importantíssimo, já que milhões de crianças enfrentam vivem em meio a pobreza, a violência, doenças e discriminação até hoje.

São 10 os direitos básicos das crianças
Treze anos após a fundação do UNICEF, em 1959 a Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou por unanimidade a Declaração dos Direitos da Criança

O documento baseia-se em 10 princípios que enumeram os direitos básicos a que toda criança tem direito. São eles:


1- Direito à igualdade, sem distinção de raça, religião ou nacionalidade.

Todas as crianças são iguais

2 - Direito à especial proteção para o seu desenvolvimento físico, mental e social.

Toda criança tem direito a se desenvolver de forma saudável

3 - Direito a um nome e a uma nacionalidade.

4 - Direito à alimentação, moradia e assistência médica adequadas para a criança e a mãe.
Toda criança tem direito à alimentação

5 - Direito à educação e a cuidados especiais para a criança física ou mentalmente deficiente.


6 - Direito ao amor e à compreensão por parte dos pais e da sociedade.
 Toda criança tem direito ao amor

7 - Direito à educação gratuita e ao lazer infantil.
A educação é um direito de toda criança

8 - Direito a ser socorrido em primeiro lugar, em caso de catástrofes.

9 - Direito a ser protegido contra o abandono e a exploração no trabalho.
Toda criança deve ser protegida

10 - Direito a crescer dentro de um espírito de solidariedade, compreensão, amizade e justiça entre os povos.

Toda criança tem direito a um mundo solidário


As ações e eventos relacionados a este dia tão especial devem: 

  • Reconhecer que a criança deve crescer num ambiente familiar em clima de felicidade amor e compreensão para o desenvolvimento harmonioso da sua personalidade;
  • Considerar que importa preparar plenamente a criança para viver uma vida individual na sociedade e ser educada no espírito dos ideais proclamados na Carta das Nações Unidas e, em particular, num espírito de paz, dignidade, tolerância, liberdade e solidariedade.

A dignidade é um direito de toda criança


Fontes 
http://acei.org/acei-news/universal-childrens-day.html
http://www.unicef.org/about/who/index_introduction.html
http://www.unicef.pt/artigo.php?mid=18101111&m=2


No comments: