Friday, December 20, 2013

A Arte Cabo-verdiana

Obra de João Gomes da Graça
Cabo Verde é um país insular e um arquipélago de origem vulcânica constituído por dez ilhas. Foi descoberto em 1460 por Diogo Gomes ao serviço da coroa portuguesa, que encontrou as ilhas desabitadas e aparentemente sem indícios de presença humana. Foi colônia de Portugal desde o século XV até sua independência em 1975.

Só depois da independência é que ocorreu o surgimento de alguns artistas no campo da pintura e escultura. Nessa primeira fase, todos os trabalhos pictóricos evidenciavam o grito da liberdade e a alegria da independência. Era o fim de séculos marcados pela escravatura e o colonialismo.

Artesanato em S. Domingos


O artesanato tem grande importância na cultura cabo-verdiana. A tecelagem e a cerâmica são artes muito apreciadas no país. Produzidas para utensílio e decoração, o artesanato do Cabo Verde é muito singular e é um verdadeiro instrumento de expressão da cultura popular.



Artesanato Cabo-verdiano
Atualmente, o artesanato cabo-verdiano é atração para os turistas, e sua fabricação e comercialização são o meio de subsistência para algumas famílias.

As artes plásticas em Cabo Verde abrangem cerca de meia centena de criadores e a cada ano surgem novos nomes a tentar conquistar o seu espaço num mercado escasso, mas bastante dinâmico.

A pintura é aquela em que se insere a maioria esmagadora dos artistas, enquanto os escultores são menos expressivos numericamente.
Obra de José António do Rosário
Obra de José Carlos Miranda Brito
A maior parte dos artistas plásticos cabo-verdianos é autodidata. Entre aqueles que não o são, a maioria não concluiu os seus estudos de Belas Artes ou Design, frequentando-os apenas o suficiente para deles extrair os   conhecimentos que desejavam.



Nota-se nas artes plásticas em Cabo Verde, de modo geral, o predomínio de temáticas ligadas ao quotidiano, com imagens ligadas ao trabalho, ao lazer e às manifestações tradicionais da cultura popular, numa tendência folclórica a que poucos artistas se furtam.

Obra de João Gomes da Graça
Obra de José Carlos Miranda Brito




















Atualmente, Cabo Verde se abriu para o resto do mundo. Seus artistas vão buscar influências, e até estudar no exterior. Há uma certa globalização nas artes cabo-verdianas, mantendo-se, no entanto, certos sinais das raízes africanas, evidenciadas sobretudo na escolha das cores.


Kiki Lima

Os artistas cabo-verdianos têm colocado seus trabalhos em muitas exposições, não só em seu próprio país, como também em Portugal e nos Estados Unidos.

Bibliografia:

http://tabanka.no/artistas_portugues.htm

http://caboverdevida.blogspot.ch/2011/09/cultura-de-cabo-verde.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cabo_Verde

No comments: