Monday, March 10, 2014

Sal - Semana Mundial da Consciência sobre o Sal





Sal
Com o intuito de alertar para os efeitos prejudiciais do consumo excessivo de sal na saúde, arrancou a semana mundial de sensibilização para o tema, promovida pela World Action on Salt & Health (WASH).








A WASH tem por missão sensibilizar o público para a redução do consumo de sal, alertar as indústrias alimentares para este problema de saúde pública e divulgar recomendações às entidades regulamentares, com o intuito de criar estratégias políticas para minimizar as consequências para a população do consumo excessivo de sal.









World Action on Salt and Health (WASH) é um grupo global formado por 527 membros de 95 países que tem por objetivo reduzir o consumo mundial de sal para os níveis preconizados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de 5 gramas por dia.
Como parte desta campanha, WASH identificou que, para que as pessoas assumam o controlo de sua própria saúde, devem, em primeiro lugar, saber o que estão a comer. Em 2014 a atenção será focada na necessidade de uma melhor rotulagem nutricional;  investigar a atual tendência global sobre a rotulagem nutricional; parabenizar os países que já implementaram a rotulagem nutricional clara e consistente, e orientar os países que precisam de o fazer. O tema tem como objetivo mostrar que existem opções para os consumidores que querem menos sal, por favor!, e ajudar a tornar mais fácil a escolha de produtos alimentícios.

"Desculpe,a minha sopa tem sal!"


Na Semana Mundial da Consciência sobre o Sal de 2014, a WASH realizará uma pesquisa mundial sobre as atuais tendências de rotulagem nutricional ao redor do mundo e de sensibilização para a importância das rotulagem de alimentos, para que sejam claras e consistentes. Os membros do WASH serão convidados a apoiar esta campanha, trazendo esta importante questão à atenção dos seus governos, destacando o quanto é importante para os indivíduos assumir a responsabilidade por sua saúde a longo prazo, e identificar as ações para reduzir o consumo de sal, incluindo verificar os rótulos, identificar produtos com muito sal e consumir preferencialmente alimentos preparados em casa.
A Semana será celebrada de 10 à 16 de março e recebe apoio em todo o mundo – todos os países são convidados a participar, seja por meio de eventos, despertando o interesse da mídia, ou por meio da geração de consciência no seio das comunidades locais.
Fonte da Imagem

Em celebração da Semana Mundial da Consciência sobre o Sal, o Departamento de Doenças Não Transmissíveis e Saúde Mental da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) promoverá um Webinar com o tema “Vamos substituir o sal, por favor!“.

O Webinar será no dia 13 de março de 2014  das 11:00 am a 12:00 am (horário de WDC, ou  13h às 14h – horário de Brasília). 

Para participar da sessão via Blackboard acesse o link:www.paho.org/virtual/BrankaLegetic. A moderadora será Branka Legetic, coordenadora do secretariado de Grupo Técnico Assessor da OPAS/OMS sobre a prevenção de doenças cardiovasculares através da redução de consumo diário de sal.


Alimentos e Sal


Dados divulgados pela Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH) revelam que o consumo diário de sal em Portugal é o dobro do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que estabelece a ingestão de entre 5 a 6 gramas de sal como valor máximo diário.


Os efeitos do sal no organismo:

Efeitos do sal no organismo
Estratégias para combater o elevado consumo de sal:

Reformulação da composição dos produtos alimentares. Esta é considerada uma área que deve ser abordado em coordenação com os produtores, distribuidores e prestadores de serviços. Inclui a identificação e monitorização dos principais contribuintes alimentares para a ingestão de de sal, bem como a implementação de mecanismos de monitorização por pessoal qualificado e com um orçamento adequado. 
•     Sensibilização e educação dos consumidores. Este objetivo deve ser atingido através de campanhas tendo por base mensagens claras e simples que devem ser testadas previamente. Devem ser encontrados canais de comunicação tendo em vista não só a população em geral, mas particularmente os grupos mais vulneráveis. A educação e  formação para a capacitação da leitura e interpretação dos rótulos nos produtos alimentares também é proposto como parte das atividades a este nível.  


• Mudanças na disponibilidade dos alimentos com teores elevados de sal e no 
ambiente que rodeia o consumo. Este tipo de medidas são consideradas como um meio de fazer escolhas alimentares saudáveis e acessível para todos. A rotulagem clara e abrangente também é considerado um elemento chave nas mudanças ambientais. 

No comments: