Monday, February 16, 2015

A origem do Carnaval

Fonte da imagem
O Carnaval é uma festa popular com sua origem na antiguidade com intuito de celebrar os deuses e a natureza.

Foi reconhecida pela igreja católica e incluída no calendário cristão depois de muitos séculos, ainda hoje é comemorada no mundo inteiro.



ORIGEM DO CARNAVAL

A origem do carnaval é incerta, mas acredita-se que tenha surgido na Grécia por volta do ano   
520 a.C. 

Era uma festa em que o vinho era fundamental e as pessoas se reuniam em nome do Deus Dionísio com a única intenção de se divertirem, celebrar a chegada da primavera e a fertilidade. 

Não se esqueçam que a primavera no hemisfério norte começa em 21 de março.


Fonte da imagem
Vale lembrar que Dionísio também é conhecido como o deus dos muitos nomes. Muitas formas e com uma grande ambiguidade. Pode ser masculino e feminino e ao manter os opostos em tensão constante, ele é paradoxo e alcança seu poder como nenhuma outra divindade.
Ele é mais conhecido por seu nome latino Bacchus ("um louco"). Também há Lusios ("o Libertador"), Bromius ("aquele que ruge"), e Evius (a partir do grito Baco "Evohé").
Porque ele é o único deus nascido de uma mãe mortal, Semele que foi enganada por Hera e depois resgatado e nascido de Zeus, ele é chamado o filho de "porta dupla", ou o que nasceu duas vezes.
Ele é o Deus de todas as coisas que florescem; ele é Phytalmios, deus do crescimento. "Em suma, ele é o Deus do impulso da vida na natureza, um Deus de crescimento e a terra verde.

Carnis Vales


Carnaval em Roma - 1650
O nome Carnaval vem de “Carnis Vales”, e o seu significado deve-se ao fato dessa festa pagã acontecer durante os três dias que antecedem a quaresma, os 40 dias entre a quarta-feira de Cinzas e o domingo de Páscoa. 

Quaresma
Quaresma deveria ser o período de penitência e jejum para preparar o corpo e a alma para a Páscoa. Por isso, nos dias que antecediam a Quaresma, a população se dedicava aos prazeres da carne “carnis vales”, sendo que “carnis” significa carne e “vales” prazeres. 


Esse nome surgiu depois da celebração ter sido legalizada pela Igreja Católica para coibir o que a instituição classificava como celebração pecaminosa. Ou seja, a   celebração tinha como objetivo principal extravasar e fazer tudo que durante a quaresma era proibido.

Carnaval é uma das poucas festas populares
a manter suas origens profanas.


Fonte da imagem
Escultura de Ernesto Biondi
Carnaval comemorado na Antiga Roma era marcado por celebrações em busca dos prazeres e brincadeiras. 

Todos os negócios eram suspensos, os escravos eram libertados no período, as pessoas trocavam presentes, elegia-se um Rei de mentira que saia em cortejo pelas ruas da cidade e as restrições morais eram relaxadas.


Já na época do Renascimento (entre o século XIII e século XVII), incorporaram-se fantasias e bailes de máscaras e bailes no Carnaval.


Carnaval em Veneza


Historia do Carnaval no Brasil

O carnaval chegou ao Brasil a partir do século VXI, quando os portugueses trouxeram a brincadeira do entrudo, típica da região dos Açores e de Cabo Verde.

O entrudo no Rio de Janeiro, 1823
Jean-Baptiste Debret ( França 1768-1848)
Esta brincadeira consistia num jogo em que as pessoas atiravam tintas, farinha, ovos e água uma às outras.


No século XIX foram promovidos os bailes parisienses, nos quais os convidados deveriam usar máscaras. 

Viu-se crescer o interesse por esse tipo de festa, mas entrudo causava muita confusão por ser uma prática que apelava à violência.

Nos bailes, que aconteciam em local fechado, o público era composto por convidados que se dispunham a fantasiar-se e ouvir música.

Uma figura importante desse período foi Chiquinha Gonzaga que compôs músicas de carnaval e pertencia a esse grupo de classe burguesa frequentadora dos bailes.

No Rio de Janeiro, no século XX, surgiram as primeiras escolas de samba. No final da década de 20, os desfiles agradam muito a população e tornou-se uma forma popular de comemoração do carnaval que expandiu-se do Rio de Janeiro para São Paulo.

No Nordeste do país o jeito mais popular de passar o carnaval é ir para as ruas, mantendo um pouco da tradição trazida pelos portugueses.

Na Bahia, mais especificamente manteve-se o costume do carnaval de rua, mas fortaleceu-se os trios elétricos depois da década de 1980.

O Carnaval no Brasil de hoje é grandioso e é mesmo considerado o maior espetáculo da Terra.

As Escolas de Samba do Rio de Janeiro, com suas majestosas fantasias, suas orquestras de percussão, seus lindos sambas enredo e seus animados componentes dançando, encenando e cantarolando, contam através de suas músicas e seu rítmo, histórias e mitos de todas as culturas, de todos os povos e de todas as épocas.


Além do Carnaval visto pela ótica das Escolas de Samba, dos blocos, dos clubes e tantos outros, existe tambem o carnaval de rua.

O Carnaval de rua é como um um imenso “facebook da vida real” onde as pessoas com um simples sorriso, mandam solicitacões de amizade que são aceites instantâneamente, e na eternidade daquele instante todos se cutuc@m, se curtem, se carnavalfraternizam.... CarnavaLOL

O Carnaval da Bahia, o estado brasileiro mais africano, é também a maior festa de rua do planeta.
Fonte da Imagem


Uma Escola de Samba desfilando pode ser considerada como uma imensa Ópera Tropical mostrando a grandiosa aventura humana. O samba harmonioso fala da arritmia natural da vida unindo diferenças. Ocidente e Oriente, o perto e o longe, todos os continentes, todos os sotaques, todas as cores e todas as caras numa única sintonia.É um teatro que celebra a vida. A epopéia humana.contada em versos, carne, suor e samba.O carnaval das pessoas que se encontram de forma espontânea como espontâneos sorrisos que pululam do fundo da alma, e unidas, caminham festejando por todos os cantos da cidade como numa grande rede social da alegría.


Escola de Samba

Ô abre alas que eu quero passar...
 Bom Carnaval !!!


Bibliografia:


  1.  História do Carnaval Brasil Escola
  2. Ir para cima Conheça um pouco da história do Carnaval pelo mundo 45graus. (Fevereiro, 2009).
  3. Ir para cima Largest Carnival Guinness World Records.
  4. Ir para cima Enéas Freire O Nordeste. (Junho, 2008).
  5. Ir para cima Como funciona o festival de Mardi Gras howstuffworks.
  6. Ir para cima Carnaval - Origem Etimológica (origem da palavra ) passadocurioso.
  7. Ir para cima PÁSCOA - CARNAVAL - CORPUS CHRISTI ghiorzi.
  8. Ir para cima A Páscoa ocorre entre 1 e 7 dias depois da 1º lua cheia eclesiástica depois de 21 de março. Assim, a data de lua nova será cerca de 44 dias antes da "lua cheia eclesiástica" ou seja entre cerca de 3 dias antes ou depois do Carnaval
  9. Ir para cima O ano novo chinês ocorre na lua nova entre 21 de janeiro e 19 de fevereiro, portanto se calhar entre cerca de 1 a 22 de fevereiro poderá estar próximo do dia carnaval, considerando os três dias de diferença entre o Carnaval e a lua nova.




1 comment:

Unknown said...

Gostei muito sanou minhas dúvidas sobre a origemdocarnaval.com.br