sexta-feira, janeiro 14, 2011

Oscar Niemeyer: Um Nome Brasileiro na Arquitetura Moderna


Não é o ângulo reto que me atrai, nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein- Oscar Niemeyer


Amante das curvas, Oscar Niemeyer com a sua originalidade, imaginação e inovação, revolucionou a arquitetura mundial. É considerado um dos maiores expoentes da arquitetura moderna.

Nasceu no ano de 1907 no Rio de Janeiro, Brasil.

Em 1929 matricula-se na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro da qual obtém o diploma de engenheiro arquiteto. A sua vida profissional teve início em 1932, como estagiário, no escritório dos arquitetos Lúcio Costa e Carlos Leão.

Afastando-se da arquitetura comercial, desenvolveu um estilo próprio que demarcou uma mudança no rumo da arquitetura moderna. O arquiteto Le Corbusier foi uma grande influência no desenvolvimento do mesmo.

Sede do Ministério de Educação
e Saúde, Rio de Janeiro (Brasil) 
Juntamente com uma equipa liderada pelo arquiteto Lúcio Costa, desenvolveu em 1936, o seu primeiro projeto - a sede do Ministério de Educação e Saúde no Rio de Janeiro (actual Edifício Gustavo Capanema), considerado um marco da arquitetura moderna mundial.

A Obra do Berço, no Rio de Janeiro e o Pavilhão Brasileiro na Feira Mundial de Nova Iorque 1939-1940 estão, igualmente, entre os seus primeiros projetos.

Aos 35 anos, abandonando os ângulos retos e a arquitetura convencional, destaca-se pela originalidade e inovação de conceitos que desenvolve. Da exploração das possibilidades construtivas e plásticas do betão armado (concreto armado), surge um dos traços arquitetónicos mais apreciados em todo o mundo, um traço que se traduz num espaço de curvas e na exploração inédita das possibilidades estéticas da linha reta. O Conjunto Arquitetónico da Pampulha, Belo Horizonte (Brasil) é uma obra que reflete este mesmo traço e, que veio demarcar um ponto de viragem na arquitetura mundial.

Conjunto Arquitetónico da Pampulha, Belo Horizonte (Brasil)

"Se a reta é o caminho mais curto entre dois pontos, a curva é o que faz o concreto buscar o infinito" - Oscar Niemeyer


Embora altamente variado, o seu trabalho inclui sempre um enorme espaço vazio integrado em formas muito invulgares. Altos edifícios suportados por pilares de betão ou aço caraterizam a obra do arquiteto.

Sede da ONU, Nova Iorque (EUA)

Em 1947, ganhou por unanimidade o concurso para a construção da sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, no qual participou ativamente.

Seguindo sempre a linha de liberdade plástica e invenção arquitetural, de 1956 a 1959 dedicou-se à construção de uma das mais arrojadas obras de urbanismo e arquitetura do século: Brasília, Brasil. O desejo era "construir um urbanismo com luz, ar e sol, com a transparência do cristal e a lógica de uma equação". Entre as obras de maior destaque podemos referir: o Palácio da Alvorada (residência oficial do Presidente da República), o Edifício do Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado Federal), a Catedral de Brasília, os prédios dos ministérios, a sede do governo (Palácio do Planalto) além de prédios residenciais e comerciais.

 
Palácio da Alvorada, Brasília (Brasil)
 
Edifício do Congresso Nacional (Brasil)


 

 

Palácio do Planalto, Brasília (Brasil)
Catedral de Brasília (Brasil)



 
É autor de inúmeros projetos no Brasil e projetos que deram origem a obras em todo o mundo, entre elas: a sede do Partido Comunista Francês (França); a Mesquita de Argel e a Universidade de Constantine (Argélia); a sede da Editora Mondadori (Itália); um pavilhão para a Galeria Serpentine, no Hyde Park de Londres, (Reino Unido); o Pestana Casino Park, Funchal (Portugal), entre outros. O Centro Cultural em Valparaíso (Chile), o Centro Cultural Principado de Astúrias (Espanha), a Universidade de Ciências e Informática (Cuba) e, o Puerto de La Musica (Argentina), são obras já desenvolvidas que se encontram em fase de construção.


Universidade de Constantine (Argélia)



Pestana Casino Park, Funchal (Portugal)




















No dia 15 de Dezembro de 2010, completou 103 anos. No mesmo dia, inaugurou a nova sede da Fundação Oscar Niemeyer, em Niterói (Brasil) e, apresentou novos projetos: o Aquário de Búzios; o Museu de Arte Contemporânea de Ponta Delgada, no Arquipélago dos Açores, em Portugal; a Vinícola Château Lacoste, na França; e o Atelier Saint-Moritz, na Suíça.


Maquete da nova sede da Fundaço Oscar Niemeyer

A sua ligação, desde 1936 até aos dias atuais, à arquitetura moderna permite considerá-lo como o mais importante arquiteto brasileiro deste século e como um dos expoentes da arquitetura universal. Oscar Niemeyer recebeu inúmeros prémios internacionais e possui uma vasta bibliografia publicada.

Ficou conhecido pela quantidade e qualidade das suas obras e pelas soluções creativas que definem as mesmas. 




Fontes:


Um comentário:

Susete Sampaio disse...

Quero conhecê-lo. Até agora só pude ver a sede da ONU. Cumprimentos.