Friday, February 15, 2013

O que é a parceria africana para segurança do paciente?

APPS é a parceria africana para segurança do paciente

Essa parceria está inserida no Programa de segurança do paciente da Organização Mundial da Saúde e vem desde 2010 criando parcerias sustentáveis na área da segurança do paciente entre hospitais Europeues e hospitais africanos.

O programa APPS incorpora uma ação orientada para a prevenção de infecções associadas a cuidados de saúde que, na Europa afetam mais de 4 milhões de pessoas causando 37 000 mortes por ano. Considera-se que o impacto da doença na África seja consideravelmente maior.

APPS preocupa-se:

- com a defesa da segurança do paciente como condição prévia para os cuidados de saúde na Região Africana e;

- em catalisar uma série de ações que fortaleçam os sistemas de saúde, auxiliem a construção do conhecimento local e ajudem a reduzir os erros médicos e os danos causados ao paciente.

O programa atua como um canal para melhorar a segurança do paciente que pode ser disseminado para vários países.

MISSÃO:


As 12 áreas de ação são:

1 comment:

Shams Syed said...

GOOGLE TRANSLATION OF ENGLISH:
Encantado ao ver esta informação na segurança do paciente a ser compartilhado entre o mundo de língua Português. É fundamental para não permitir que divide linguística para impedir solidariedade global na melhoria da segurança do paciente. Olhando para a frente para continuar nosso trabalho conjunto com a OMS rede E-Português e de alargamento e aprofundamento da nossa parceria.


n patient safety being shared across the Portuguese speaking world. It is critical to not allow linguistic divides to impede global solidarity on patient safety improvement. Looking forward to continuing our joint working with the WHO E-Portuguese network and to widening and deepening our partnership.

ORIGINAL:
Delighted to see this information on patient safety being shared across the Portuguese speaking world. It is critical to not allow linguistic divides to impede global solidarity on patient safety improvement. Looking forward to continuing our joint working with the WHO E-Portuguese network and to widening and deepening our partnership.