Friday, March 15, 2013

Segurança no trânsito

 
1,3 milhões de mortes por acidentes rodoviários a cada ano

Quase metade das mortes são por atropelamento

A maioria entre 15 a 29 anos

90% das mortes ocorrem nos países em desenvolvimento


A Assembleia Geral das Nações Unidas declarou o periodo entre 2011 a 2020 como a Década de Ação para a Segurança Rodoviária.

O principal objetivo é consciencializar os governos da necessidade de reduzir o número de acidentes fatais nas estradas em todo o mundo, através da implementação de atividades locais, regionais e globais.

No dia 21 de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou o segundo Relatório Global sobre Segurança Rodoviária. 

No evento, a  Vice-Ministra da Saúde de Moçambique, Dra Nazira Vali Abdula apresentou as principais medidas implementadas no país para reduzir os acidentes e mortes nas estradas. Moçambique é um dos países que mais tem investido na segurança rodoviária.

Este relatório destaca as 5 principais causas de acidentes e mortes:
1) Dirigir alcoolizado
2) Dirigir em alta velocidade
3) Dirigir sem cinto de segurança
4) Dirigir motociclos sem capacete
5) Crianças sem assentos próprios nos carros


Destacamos abaixo alguns parâmetros presentes no Relatório Global sobre Segurança Rodoviária nos países de língua portuguesa:


*Dados do relatório global de seguraça no trânsito. Segundo a legislação atual: 0,00 g/dl

Num mundo com cada vez mais veículos é fundamental consciencializar os condutores para a importância de respeitar as regras de trânsito, contribuindo assim para a sua segurança, a dos seus familiares e das demais pessoas que circulam nas rodovias.

Destacam-se alguns conselhos para uma viagem segura:
ANTES DA VIAGEM
- Verificar a segurança do veículo (pneus, travões, dispositivos de sinalizaçào, faróis);
- Acondicinar corretamente a bagagem;
- Colocar o cinto de segurança;
- Garantir a segurança de todos os passageiros do veículo, em especial das crianças;
- Ter em atenção outros fatores que podem influenciar a condução (fadiga, medicação, álcool)
DURANTE A VIAGEM
- Respeitar as regras de trânsito;
- Evitar excessos de velocidade;
- Não ingerir bebidas alcoólicas;
- Estar atento às condições da estrada e do trânsito;
- Manter uma distância segura em relação ao veículo que circula à sua frente;
- Evitar manobras perigosas;
- Fazer pausas regulares.

Fonte da imagem

A carta de condução é um sonho para muitos adolescentes, pois proporciona uma maior liberdade e é também sinal de independência e estatuto social. Assim, deve transmitir-se desde cedo a responsabilidade que conduzir implica. É nas crianças que se deve apostar, através da educação rodoviária nas escolas e em casa. Os pais e os professores devem ter em atenção que são os principais exemplos para as crianças e os responsáveis pela sua formação. Ensine-as a serem peões responsáveis e cumpridores das regras e normas de segurança rodoviária, para que mais tarde conduzam com segurança.



Se quiser saber mais sobre o programa consulte

No comments: