sexta-feira, julho 08, 2011

Lenda do Canta-Galo - São Tomé e Principe

 
Conta a lenda que há tempos São Tomé era o refúgio de todos os galos do mundo.

O "cocorococó" na ilha era imenso e ensurdecedor, porque os galos esqueciam-se que não eram os únicos a viver na ilha.

Com o passar do tempo, as outras criaturas começaram a incomodar-se com o modo barulhento das aves.

Um dia, resolveram dar-lhes um ultimato: "Para evitar uma guerra, todos os galos deverim mudar-se para um local afastado em 24 horas. Somente o vencedor poderia ficar no local".

Os galos, seres pacíficos, cantadores e alegres optaram pela paz e por mudarem-se para outro local onde pudessem cantar à vontade.

Escolheram então um guia, o galo maior, mais preto e mais visível dentre eles.

Partiram todos e depois de muito procurarem encontraram um lugar ideal.

Desde então, nunca mais se ouviu os galos cantarem desordenadamente, mas sempre em local e hora determinados.

Os habitantes da ilha designaram esse lugar de Canta Galo.
Esse local existe ainda hoje e é um distrito na ilha de São Tomé com o mesmo nome.

Um comentário:

joão fereira disse...

essa lenda é moita boa para qwuem gosta moito de ler ciomo eu adoro ler para quem fez essa lende gostaria que voçe fizesse mas uma lenda que tivesse a ver com São T.
eu sou de S.T.
gosto muito muito de ler livro.
chão com os melhoeres comprimento.