quinta-feira, abril 19, 2012

Bebidas típicas dos países de língua portuguesa - ANGOLA

O que beber em Angola, Brasil, Cabo verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Principe e Timor Leste?

Chegou finalmente a vez de falarmos das bebidas típicas dos países de língua portuguesa.

Há mais de seis mil anos que a bebida alcoolica está intimamente relacionada com a cultura dos povos. Fermentações dos mais diversos frutos sempre foram a base destas bebidas, basta dizer que os primeiros vinhos eram simplesmente feitos da fermentação das uvas e usados para celebrar as colheitas e a agricultura.

Hoje em dia, há tanta variedade de bebidas alcoolicas que não iremos nem pretender falar de todas... UFA! Seria impossível, mas nos divertimos muito aprendendo sobre alguns hábitos alcoolicos dos paises de lingua portuguesa...

Divirtam-se....


Começando por Angola...


Uma das bebidas  mais típicas é o Kissangua de Ananás. Pode parecer bastante inocente, afinal é feita de abacaxi/ananás.
Mas devido à fermentação.... (e quanto mais dias ficar fermentando, maior é o seu teor alcoólico) torna-se uma bebida com enorme poder enebriante.
Sua receita é simples e é feita por quase todos. Basta deixas as cascas de abaxaci/ananas imersas em água e açucar e aguardar.....

Os angolanos também preparam uma cachaça de caju, conhecida como Bididi, produzida artesanalmente e muito apreciada. Aliás, em muitos lugares se prepara um aguardente de caju....

Mas uma das mais antigas e importantes bebidas alcoolicas produzidas em África é o "vinho" de palma ou MARUFO extraído da palmeira.


Vinho de palma, já servido pela manhã para começar o dia


KIMBOMBO - é semelhante à KISSANGUA, porém com teor alcoólico mais elevado devido ao tempo de fermentação da casca da fruta



CAPURROTO ou CAPUCA - Bebida destilada a partir do açúcar com uma característica peculiar. Acrescenta-se ao açúcar fermentado uma substância chamada “carvão de pilha” que é introduzido para dar um efeito alucinógeno à bebida

CACHIPEMBE - Bebida alcoólica (Aguardente) destilada a partir da fermentação de farelo de milho, açúcar e fermento

http://cubal-hoje.blogspot.com/2011/10/um-alambique-de-cachipembeaguardenteno.html

Fonte: http://www.docesecompanhia.com/cocktails/kissangua_ananas.htm 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Palmeira 



3 comentários:

sporting disse...

O carvão de pilha não é acrescentado para dar efeito inebriante, mas sim para que a sacarose possa ser invertida em glucose e frutose e desta forma poder fermentar.
fiquem bem
rpg

Anônimo disse...

Bebidas tipicas de Angola, faltou algo, por isso eu quero reclamar a descriminação regional que fizeram na lista de bebidas angolanas. O camarada citou BIDIDI, CAPUCA OU CAPURROTO, CACHIPEMBE, KIMBOMBO, KISSANGUA até ali tudo bem porque essas são inter-regionais, mas depois só cita MARUFO, deixa de falar da MACAO que é feita de Massambala ou Sorghum bicolor bem cozido com bastante água, fermenta entre três e cinco horas, mais tempo fica no reservatório mais fermentação adquire e mais qualidade do álcool, e também esqueceram da HIDROMEL, feita do mel da abelha, pois a região tem uma capacidade natural de produzir hidromel por causa da vegetação, a região possui variedades de Arvores grande com flores e plantas, também temos as plantas Gimnospermas nessa Região, como as Samambaias, mas ter arvores grandes as abelhas da região produzem quantidades mel que permite a produção do hidromel natural sem nenhuma adição de outro produto senão água e mel para se obter hidromel legal. Senti falta dessas bebidas na lista que se fez. A cultura duma sociedade é a soma de toda produção dos indivíduos que compõem a sociedade e não uma parte. É um todo, e principalmente nas sociedades segmentadas.

SebasSTI Santos disse...

Bem escrito. Vivo no Canada e já estou velho para voltar a Angola. Gosto muito de Macau. Amigo poderia enviar-me a receita do Macau?